Saiba tudo sobre blindagem de carros


Veículo Blindado

Se você decide adquirir um blindado ou quer blindar seu carro, precisa saber algumas coisas para não ter prejuízos e estar seguro em seu veículo. Por isso você tem que ficar atento no carro blindado que for comprar ou na empresa que você irá blindar seu carro. Portanto você não pode simplesmente ver uma empresa e colocar seu carro para blindar, ou ver o primeiro carro blindado e comprar.

Oficina especializada em blindagem de veículos.

Vou citar agora alguns cuidados que você deve ter na hora de escolher uma empresa para blindar seu veículo:

A primeira coisa que você deve fazer e ir a empresa e conferir onde seu carro vai ser blindado, a oficina e ver se tudo lá está correto, verifique à quantos anos a empresa está instalada e procure saber clientes que essa empresa já teve e qual foi a qualidade do serviço que ele recebeu, procure saber também quanto é a garantia que a empresa oferece e quais os benefícios dessa garantia. Logo após verifique a documentação da empresa, primeiro verifique o Certificado de Registro (CR) que é emitido pelo exército, pois sem esse documento a empresa não pode atuar no mercado. Verifique ainda questionando se o material usado na blindagem do carro do aprovado pelos testes do exército, o chamado Relatório Técnico Experimental (ReTEx), que uma empresa de qualidade tem uma cópia, se acaso a empresa não tiver a cópia deste teste, você pode procurar outro empresa pois essa não é séria.


Vidro Blindado sendo colocado no veículo

Informações Importantes:

Tempo para conclusão do serviço: A maioria das empresas demoram em média 30 dias para blindar seu carro e algumas ainda oferecem fotos da evolução do processo de blindagem.

Preço do serviço: O preço mínimo para blindagem de carros é de R$ 30.000,00 mais em média é de R$ 50.000,00 como no Toyota Corolla.

Tipos de Blindagem: Algumas empresas oferecem a blindagem parcial, que é PROIBIDO pelo exército, a blindagem tem que ser completa: teto, vidros, colunas, atrás do banco traseiro (porta-objetos), caixas de rodas, portas, proteção entre o painel e o motor, maçanetas, por trás dos espelhos retrovisores e tanque de combustível. E não pode ter nenhuma fresta livre para entrada de bala, segundo a associação Brasileira de Blindagem (Abrablin).

Nível de blindagem: Hoje em dia 95% das blindagens realizadas hoje são do nível III-A (Blindagem que resiste a praticamente todas as armas de mão). Por isso você consumidor tem que tomar cuidado com a má-fé das empresas que colocam uma blindagem inferior cobrando o peço da III-A.

Testes em carros blindados.

No uso de blindados você consumidor tem que ficar bem atento, pois a blindagem aumenta o peso do veículo de 100 à 300 kilos, desgastando diversas peças do veículo. As que mais sofrem com esse aumento de peso do veículo são os freios, a embreagem, a suspensão e o motor de vidros elétricos.

Entre as soluções para esse problema estão: a instalação de amortecedores na máquina de vidro para adequá-la a maior peso dos vidros, reforço na suspensão para manter a altura normal do veículo após blindagem e até mesmo um chip de aumento de torque e potência que proporciona um melhor desempenho. Algumas empresas de blindagem já inclui esse itens na hora da blindagem, mais fique atento pois a maioria delas não oferece.

No caso dos vidros, para evitar trincas as janelas do carro tem que estar fechadas na hora de abrir e fechar e porta e na maioria do tempo, só é indicado abaixar o vidro em cancelas de shopping e supermercados. Portanto mantenha seu ar condicionado sempre em excelente estado.

Evitar deixar o carro no sol e passar por estradas esburacadas, diminui o risco de ocorrer delaminação no vidro do carro.

A garantia em média da blindagem é de dois anos e durante esse tempo qualquer dano a blindagem do seu veículo a empresa é obrigada a consertar.

Veículo que passou por testes.

Documentação necessária: A blindadora deve ter o Certificado de Registro (CR) no Exército. Além disso, para cada carro, ela tem de fazer uma solicitação específica. A empresa deve exigir alguns documentos do dono do veículo: RG, CPF, comprovante de residência, Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), certidões negativas e criminais das justiças Federal, Estadual e Militar dos últimos cinco anos e atestado de antecedentes criminais pela Polícia Federal. Outro documento é o Termo de Compromisso, que especifica todo o material usado, bem como o nível de segurança. É o termo legal no qual a empresa se responsabiliza pela blindagem. Uma cópia desse termo, acompanhada do requerimento do proprietário, da cópia da autorização de blindagem (fornecida pelo Exército) e da cópia do CRLV, será enviada à Região Militar, que emitirá uma carteira com a inscrição “veículo blindado”. Esse documento é de uso obrigatório para a circulação de tais veículos. O motorista poderá ser multado e até ter o carro retido ao circular sem ele.


Carro usado blindado na concessionária.

- Quanto a carros usados você deve tomar os seguintes cuidados:

  • Prefira um modelo em torno de dois ou três anos de uso.
  • Leve o carro a uma vistoria técnica para descobrir se há áreas desprotegidas ou consertos malfeitos. Custa cerca de 700 reais e costuma seguir um acordo: é pago pelo comprador se tudo estiver em ordem. Caso contrário, o prejuízo é do vendedor.

Delaminação em vidros blindados

  • Teste os vidros elétricos para saber se eles estão subindo e descendo sem problemas. O peso do vidro pode causar uma pane no motorzinho.
  • Verifique toda a suspensão (amortecedores, molas, buchas e até pneus), que sofre desgaste maior em função do aumento do peso.
  • Cheque se borrachas, frisos e vidros estão perfeitamente alinhados. Esses detalhes denunciam se a blindagem está em ordem ou não.
  • Verifique se os vidros não apresentam bolhas ou descascados (delaminação). Se houver, não podem superar 1 centímetro quadrado. O ideal é comprar um usado com os vidros em perfeito estado.

Dados: Quatro Rodas Online
Texto: João Gabriel Alvarenga
Redação – Blog Hobby Car


About these ads

2 Respostas para “Saiba tudo sobre blindagem de carros

  1. Fernando Akito

    Existe validade da blindagem no que se diz respeito a parte burocrática? Exemplo: Temos que realizar teste no Inmetro, ou semelhate todos os anos? Se delaminou é OBRIGATÓRIO a troca? Depois de X anos tem se fazer revisão numa autorizada ou a troca da blindagem? Ao comprar um usado blindado, o processo de legalização da documantação é o mesmo para o veículo novo?

    • Tudo isso depende da loja que você vai fazer a blindagem no seu carro. Cada uma tem uma política, aí você tem que negociar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s